17º dia: São José

Chegamos ao 17º dia desta preparação para a chegada do menino Jesus. E neste dia, queremos ter um olhar especial para José, aquele que sempre esteve ao lado de Maria e assim como a Mãe de Deus, ele soube dar seu sim!

O Evangelho fala pouco de sua vida, mas o exalta por ter vivido segundo a obediência da fé.  São José, um homem humilde e justo, viveu pela fé, sem a qual é impossível agradar a Deus.

José, tal como a Virgem Maria, com o seu “sim” a Deus, no meio da noite, preparou a chegada do Salvador:

“Eis que o Anjo do Senhor manifestou-se a ele em sonho, dizendo: ‘José filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, pois o que nela foi gerado vem do Espírito Santo.’ José ao despertar do sono, agiu conforme o Anjo do Senhor lhe ordenara e recebeu em casa sua mulher.” (Mt 1, 20.24)

São José foi pai verdadeiro de Jesus, não pela carne, mas pelo coração; protegeu o Menino das mãos assassinas de Herodes o Grande, e ensinou-lhe o caminho do trabalho. O Senhor não se envergonhou de ser chamado “filho do carpinteiro”. Naquela rude carpintaria de Nazaré Ele trabalhou até iniciar Sua vida pública, mostrando-nos que o trabalho é redentor.

Na história da salvação coube a José dar a Jesus um nome, fazendo-O descendente da linhagem de Davi, como era necessário para cumprir as promessas divinas.  O Anjo disse-lhe:

“Ela dará à luz um filho e tu o chamarás com o nome de Jesus, pois ele salvará o seu povo dos seus pecados.” (Mt 1,21)

E assim José viveu o que ensinou João Batista:

“É preciso que Ele [Jesus] cresça e eu diminua.” (Jo 3,30)

Fonte: Prof. Felipe Aquino (http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2014/03/19/o-nosso-pai-sao-jose/)

Sem título

Seja o primeiro a comentar em "17º dia: São José"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*