Agosto é mês das vocações. Já descobriste a tua?


Texto: Ir. M. Olindina e Ir. M. Rosangela – Regional Sul

Fotos: arquivo

No início do mês de agosto somos convidadas a refletir sobre as palavras do Papa Bento XVI para o 27º Dia Mundial da Juventude:

[quote]Queridos jovens, não tenham medo do chamado de Cristo para a vida religiosa, monástica, missionária ou ao sacerdócio. Estejam certos que ele enche de alegria aquele que, dedicando a vida nesta perspectiva, responde ao seu envio deixando tudo para permanecer com ele e dedicar-se de coração inteiramente a serviço dos outros. Do mesmo modo, grande é alegria que ele reserva ao homem e à mulher que se doa totalmente um ou outro em matrimônio para constituir uma família e tornar-se sinal do amor de Cristo por sua Igreja (27º. Dia Mundial da Juventude).[/quote]

As palavras do Papa nos encorajam a refletir com maior seriedade sobre nossa vocação, isto é, sobre o sentido de nossa vida. O que vou fazer? O que pretendo ser? Qual a minha missão neste mundo? Qual é o plano de Deus para minha vida? Quantas vezes ressoam essas perguntas em nosso coração e também quantas vezes fugimos e não procuramos uma resposta porque temos tantas ocupações. Mas é preciso ocupar-se com o tema. É preciso refletir enquanto é tempo, e o tempo é agora!

Sabemos que para encontrar o caminho certo e a resposta que satisfaça nossos anseios, neste tempo de tantas ofertas, é necessário autoconhecimento, decisão, coragem e, sobretudo confiança no amor de Deus, pois ele nos criou para realizar uma grande missão. Procurar o caminho para realizar nossa vocação é dar sentido para nossa vida. Por que Deus me criou justamente assim e não com outras características? Qual o sentido da minha existência? Respondendo a essas perguntas estarás descobrindo a tua própria vocação, porém, não podes decidir sozinha. Necessitas de alguém que te ajude, que dê segurança no caminho: Maria. Ela é a grande intercessora e modelo para todas as vocações: matrimonial, consagrada ou leiga.

 

Muitas meninas da nossa Jufem encontraram o seu caminho de vida no Santuário. Sim, em Schoenstatt temos a possibilidade de realizar plenamente a nossa vocação e responder ao chamado de Deus. Ele espera apenas uma palavra de nossa parte: SIM! Já descobriste em qual vocação poderás viver a tua Aliança de Amor e realizar a tua missão no mundo?

 

Paula Thais Vogt, Jufem de Santa Cruz do Sul, nos conta sua experiência e o que está fazendo para realizar o plano de Deus em sua vida:


“A chama que sempre ardeu em meu coração, como um fogo abrasador, é esta:
“Nasci para algo de grande!” Sinto que Deus me elegeu para ser a sua filha embora eu seja tão pequena e indigna do seu amor.

Quando eu tinha nove anos conheci Schoenstatt através da minha mãe e comecei a participar das Apóstolas de Maria e depois entrei da Jufem. Grandes foram às lutas para descobrir o plano do bom Deus. É como se eu estivesse subindo numa montanha e a cada passo ela se tornasse mais íngreme, mas tinha a certeza de não estar sozinha. Sentia-me abrigada: tenho uma Mãe, um Pai e um Lar, que me deram as forças necessárias para persistir e continuar na busca da minha vocação.

No Santuário a Mãe como que roubou o meu coração e colocou-o no seu. Através da Aliança de amor, encontrei as respostas para as inquietudes e anseios que trazia… Não pude resistir a tanto amor! Larguei tudo e decidi firmemente a me aventurar no caminho do amor. Foi assim que vim morar no juvenato, em Santa Maria!

Encontrei no coração do Padre Kentenich um lar, abrigo seguro. Seu amor a Maria me impulsiona ao mais alto… É através dele que realizo a vontade de Deus em minha vida.

Quando estou no Santuário sinto que estou bem pertinho do sol, aquecida e amada.

Em Schoenstatt, no coração do Pai e Fundador encontrei a liberdade que tanto almejava. Agora sei que não podemos ter medo. O bom Deus exige de nós o radicalismo no amor, quer que sejamos ousadas e livres para amar!

E tu filha amada do Pai, sentes que foste chamada para algo de grande? Dize a ele tua resposta de amor!”

Paula Thaís Vogt

Santa Maria, 06 de agosto de 2012

1 Comentário em "Agosto é mês das vocações. Já descobriste a tua?"

  1. Parábens Paula pela coragem do seu sim!!!! Que Deus continue abençoando sua caminhada vocacional!
    E para aquelas que Deus também convida a uma vida consagrada, não tenham medo de dar o SIM, vale a pena!!!!!!!!

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*