Anunciação de Maria

Querida Juventude Feminina de Schoenstatt!

Ao encerrarmos a oitava de Páscoa, temos a grande alegria de celebrar a festa da Anunciação de Maria! Sei que você pode estar se perguntando: a festa da Anunciação não é celebrada no dia 25 de março? Sim, você tem toda a razão, porém neste ano, o dia 25 era justamente o Domingo de Ramos, início da Semana Santa. Jesus é o centro de nossa fé, Maria sempre aponta a Cristo, por isso sua festa ficou para o primeiro dia após a oitava de Páscoa.

“Naquele tempo, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria.  O anjo entrou onde ela estava e disse: ‘Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!’”  (Lucas 1, 26-28)

Sabemos que o sim da Mãe de Deus ao anjo Gabriel foi de grande importância para a nossa salvação, sem ela, pode ser que o Filho de Deus não fosse enviado ao mundo, nascido de uma virgem, talvez não morreria na cruz e não haveria salvação para a humanidade. No entanto, assim foi da vontade do Pai Celestial, dar-nos Maria como nossa mãe, como nosso espelho de vida!

Por Maria veio o Salvador, que nos reconciliou com Deus por sua morte e ressurreição. Pelo Batismo, nos tornamos novamente filhas de Deus por adoção e Deus enviou o Espirito Santo aos nossos corações.

Todos os dias, nós como Jufem, somos chamadas a darmos o nosso sim, e qual poderia ser a característica deste sim? De nossa parte, um sim humilde, confiante, filial como o da Mãe de Deus, sempre dispostas a responder: Eis-me aqui, Pai, minha mão em tua mão! Um sim filial para que o Pai possa conduzir a nossa vida, por chuvas e tempestades e passemos pela vida como pequenos reflexos de Maria, levando aquilo que é próprio da juventude: a alegria!

Queira a festa de hoje aproximar-nos mais da Mãe de Deus e ajudar-nos a confiar as nossas vidas nas mãos do Pai Celestial, assim como ela fez, como vemos na vida de nosso Pai e Fundador. Ele amou tão perfeitamente a Mãe de Deus, que foi capaz de configurar a sua vida no mesmo sim que o dela. Com mais amor e confiança, refletindo sobre o sim de Maria, rezemos hoje essa oração, tão conhecida, com a qual o Arcanjo Gabriel saudou-a no momento da anunciação:

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores agora e na hora da nossa morte. Amém

Seja o primeiro a comentar em "Anunciação de Maria"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*