Conheça a vida de um voluntário em Schoenstatt – Coluna Entrevistas

Sumaya com a Peregrina nas mãos e acompanhada por outras voluntárias

 

A Jufem Brasil traz hoje uma entrevista muito especial, vamos conhecer um pouquinho do dia-a-dia de alguém que está num lugar muito especial e trabalhando por algo muito grandioso: nossa voluntária brasileira em Schoenstatt, Sumaya Botega!

Sumaya participa do Movimento desde 2002, quando conheceu o grupo das Apóstola, após poucos meses ingressou na Juventude Feminina de Londrina e desde então segue seu caminho em Schoenstatt!

Com muita alegria estreiamos o Chat Jufem Brasil com a Sumaya, contando suas aventuras em Schoenstatt e compartilhando suas vivências. Como nem todas conseguiram acompanhar, vamos reproduzir aqui algumas das perguntas e saber um pouco mais do que está acontecendo em Schoenstatt agora. Prontas?

 

Como você soube da oportunidade de voluntariado?

Fiquei sabendo do voluntariado alguns anos antes, ainda quando morava em Atibaia, como trabalhava com o movimento sabia que seria necessário jovens para ajudar… Então, quando, em 2013 estava em Londrina, fiquei atenta e um dia, vi a notícia numa página do facebook. Perguntei para minha assessora sobre o processo e fiz minha inscrição.

 

Quando você foi oficialmente chamada?

A resposta que fui selecionada para fazer parte do voluntariado chegou dia 03/10/2013… foi uma alegria que eu não podia conter!

 

Quando chegou e até quando fica em Schoenstatt?

Cheguei em Schoenstatt no dia 11 de março e fico até 05 de novembro!

 

Como é a vida de um voluntário?

Hum… o voluntariado é um trabalho… temos alguns momentos de descontração, mas na verdade estamos aqui para trabalhar.

Durante a semana, trabalhamos, temos horário de almoço e depois das 18h temos livre… sábado e domingo também é livre… “sqn”…rs*** – quando não tem alguma atividade, algum encontro, ou peregrinações é livre, senão, não!

Durante a semana, temos uma reunião de grupo, como voluntárias… temos um lema: “Adsum! Tudo por ti, Rainha!” e um símbolo lindo que nos ajuda a lembrar aonde queremos chegar, que é a escada!

 

Quais países possuem representantes no voluntariado da Juventude?

A Família Voluntários 2014 é constituída por 28 jovens de diferentes nações: Alemanha, Espanha, Hungria, México, Equador, Estados Unidos, Chile, Argentina, Paraguai, Uruguai e Brasil.

 

Com um grupo com tantos idiomas como fazem para se comunicar?

Como viram os países, a maioria é língua espanhola… assim, que, eu diria que o oficial, falamos em espanhol.. e quando esta todo mundo junto, em inglês e espanhol…

Dos voluntários já presentes: são apenas da juventude ou outros ramos também enviaram representantes para ficar em Schoenstatt durante um período?

Por enquanto, temos um casal que vieram, exclusivamente, cozinhar para nós voluntários… e uma senhora da união das mães que ajuda este casal… Mas vão chegar mais pessoas, não somente a juventude ajuda nesta grande preparação!

Qual seu trabalho especificamente?

Meu trabalho é traduzir…. traduzo do espanhol pro português… a maioria dos tesxtos, notícias, cartas, emails que temos em português, tanto no face quanto no site, eu ajudei… e depois coisas que surgem, como fazer o arco de flores do Santuário, limpar a casa, ordenar, enfim… mas o específico: Tradução!

 

Como está organizada a preparação do Jubileu?

A preparação? Bom, temos muito trabalho… estamos com os livros tanto de cantos, quanto o da programação… a Arena dos Peregrinos onde acontecerá as celebrações principais está sendo reformada… aos poucos vamos notando que falta pouco!!!!

A menos de 100 dias a movimentação deve estar intensa: quais as estimativas de peregrinos em Schoenstatt para as festividades?( Já existem números?)

Esperamos entre 8 a 10 mil peregrinos de 110 países!!! Vai ser festa incrível!

 

Qual a sensação de participar de um momento tão especial para a Família Internacional de Schoenstatt?

A primeira sensação que tenho é de ser privilegiada… tenho convicção que o Pai me escolheu pra viver este ano aqui… para viver o dia 18 de outubro aqui.. e sou grata e serei eternamente grata por esta experiência!

A segunda é de unidade, de responsabilidade, de compromisso… quero, ainda não sei como porque o Brasil é imenso, mas queria poder levar para cada filho de Schoenstatt a vivência de poder estar aqui!

 

Qual foi o momento mais marcante até agora em sua vivência como voluntária?

Hum… como voluntária, tem alguns…

Mas a viagem para Cambrai foi incrível… foi no ínício do voluntariado… lá me dei conta que somos a nova geração, lá tem atmosfera de herói, atmosfera que convida a ser herói tbm… Lá foi como se meus olhos abrissem e foi uma experiência dos primeiros congregados… de ver quantos morreram pela Guerra, e que nossos heróis não só morreram, mas entregaram a vida… e assim nós também somos chamados neste ano, a entregar a vida, na nossa realidade, na nossa Guerra atual!

 

Como está o clima do centenário em Schoenstatt? A preparação prática/espiritual.

Muitos peregrinos já estão passando por aí?Como é encontrar pessoas de tantos lugares diferentes do mundo mas que partilham a unidade através da Aliança?

A princípio eu dizia que cada dia 18 era um dia de Centenário, mas agora, quando cada dia tem um grupo diferente, de alguma parte do mundo aqui, eu digo, que cada dia estamos celebrando o centenário… a internacionalidade na hora da bênção à noite…. de repente você pessoas do seu países ou pessoas que não te entendem, pelo idioma, mas que sorriem e é como se falassem com vc… como se falássemos a mesma língua…

Qual a expectativa para o grande dia 18?

Que seja um dia linnndo…. que as pessoas que aqui chegarem estejam felizes de poderem renovar juntas a Aliança de Amor… que seja realmente um momento de graças, de união, de família, de vivenciar a Mãe, o Pai… vai ser um momento único!

Quais as atividades previstas para Tenda da Juventude?

Infelizmente não trabalho na Tenda da Juventude, assim que não estou muito por dentro… mas o que sei é que será numa casa dos palotinos muito perto do Santuário Original… e esta casa tem 3 andares… que será dividido em passado, presente e futuro…

No passado será como uma exposição dos heróis… o presente, somos nós: foi pedido para enviarem coisas de um jovem Schoenstatteano atual…. se vocês acompanhm o Newsletter da Juventude ali está explicando…. mas são como coisas do seu dia a dia que te lembra Schoenstatt, por exemplo: camisetas, um adesivo que tenho no meu violão…. sei lá, coisas do teu dia a dia que é de Schoenstatt… se no teu quarto você tem um lenço de Schoenstatt etc

E o futuro é a Nova geração… levar o fogo pros próximos 100 anos…

Tem a ver com a questão da corrida, de se colocar a caminho, de calçar os sapatos…

Mas vai estar muito boa… os comentários são bons!!!

 

Como você definiria essa experiência em Schoenstatt até agora?

É como poder viver aqui num ano histórico… experiências que não vou ter em nenhum lugar…

Experiência de família, de amizade, de Aliança com a Mãe com o Pai, mas tbm com os irmãos na Aliança!

 

Qual a mensagem que você gostaria de deixar para motivar a Jufem Brasil no caminho ao Centenário?

MUITAS!!! Eu queria poder transmitir tudo, para que também toda JF Brasil se inflame pela missão…

Mas de maneira especial, quero dizer que o Pai nos escolheu para fazer parte do seu canteiro de lírios, nós, não outras meninas… e ele escolheu cada uma porque ama cada uma, porque precisa de cada uma… e Justamente nos escolheu neste ano mais do que especial e não é a toa… ele quer fazer história conosco… ele quer que a Geração 2014 faça história… não só como uma geração, ou melhor como a geração fundadora dos segundo século de schoenstatt, mas como uma geração que foi fiel à origem, que lutou pelo ideal, que deu a vida por Schoenstatt, que viveu a missão que ele nos deixou!

Nós somos a nova geração! E que as próximas nos julguem!

 

Agradecemos a Sumaya por ter tirado um tempinho para responder nossas perguntas! Seguimos unidas em oração e rumo ao Centenário!

1 Comentário em "Conheça a vida de um voluntário em Schoenstatt – Coluna Entrevistas"

  1. Parabéns, Sumaya. Parabéns também a todos o voluntários. Que a MTA e nosso querido Pai e Fundador os abençoe e proteja sempre. Dê um alô pra Mãe no Santuário Original por mim tá.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*