Colunas

27 de julho de 2016

Eis que chegou o tempo do Advento, o que isto significa para nós?

Outros artigos por: »
Escrito por: robertagiraldi
Tags:, ,
advento

O mundo continua acelerado… A mais de um mês vemos as lojas serem, pouco a pouco, inundadas com motivos de Natal, alimentando assim nossa expectativa pelas festas de fim de ano ou ainda deixando-nos a sensação de que estamos atrasadas, pois ainda não conseguimos pensar nos presentes para as pessoas queridas… Enfim, estamos num ritmo acelerado, acompanhando a atmosfera ao nosso redor.

E, nosso coração, também está neste mesmo ritmo acelerado, não vendo a hora de contemplar o Menino Deus na manjedoura, junto a Sagrada Família, na gruta de Belém? Ou está acelerado, pensando-nos muitos presentes que nos esperam aos pés da árvore de Natal?

Temos, com o tempo do advento, uma oportunidade única de preparar-nos para o tempo do Natal, será que estamos conscientes disso?

O “tempo” sempre é a questão! Como é comum ouvirmos: ‘não tenho tempo’… ‘falta tempo’… ‘o dia podia ter 36 horas’… Precisamos ser sinceras conosco mesmas… Nós não temos tempo para o que não queremos… E quando queremos, quando nos decidimos para algo, então conseguimos o tempo que necessitamos… A grande verdade é que nós administramos nosso tempo. Sendo assim, como nós queremos aproveitar o tempo do advento?

Enquanto a atmosfera ao nosso redor acelera-nos para as compras, para as trocas de presentes… O Advento torna-se a grande e única oportunidade de trazermos tranquilidade ao nosso coração, permitindo que ele se prepare de maneira singular para a grande solenidade do Natal, onde nossos olhos poderão contemplar o grande milagre “e o Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14).

Advento é tempo de preparação de quatro semanas que precede a festa do Santo Natal. A Igreja através deste tempo litúrgico quer tornar-nos conscientes de que o nosso Redentor está a caminho para vir até nós. É também recordação do tempo, que o povo israelita esperou o Salvador, o Messias. Para nós cristãos advento é tempo de silêncio, de oração, penitência e de conversão.

Na companhia de Maria, a Mãe de Deus, a grande Imaculada, queremos percorrer o advento como tempo de recolhimento. Sim, nosso coração é envolvido pela atmosfera do silêncio, da oração e da alegre expectativa.

Neste advento, busquemos paz e calma para nosso coração. Deixemos que Deus nos fale pelo silêncio deste momento. O Senhor virá! Ele está próximo!

Criemos em nós e ao redor de nós uma atmosfera de interioridade, de saudade, de esperança, preparando o nosso coração para o nascimento do Salvador!

Por isso a liturgia do primeiro domingo do advento nos convida a ficarmos atentos: “Ficai atentos e preparados porque não sabeis nem o dia nem a hora em que o Senhor virá.” (Cf. Mt 24, 42)

O Papa Bento XVI nos explica: “A palavra advento não significa espera, como é tão comum ouvirmos, mas é a tradução da palavra grega parusia, que quer dizer presença começada.

(…) Ou seja, o advento significa a presença começada do próprio Deus. Por isso, nos recorda duas coisas: primeiro que a presença de Deus no mundo já começou e que Ele já está presente de uma maneira oculta; em segundo lugar, que essa presença de Deus acaba de começar ainda que não seja total, mas está em processo de crescimento e amadurecimento. Sua presença já começou e somos nós os crentes que, por sua vontade, devemos fazê-lo presente no mundo. É por meio de nossa fé, esperança e amor que ele quer fazer brilhar em nós a luz do mundo.” (fonte: folheto Dilexit Ecclesiam n° 70)

A COROA DE ADVENTO

A “coroa de Advento” é um dos símbolos mais significativo deste tempo litúrgico. E quer lembrar-nos a “boa nova” que se anuncia, a nova e eterna aliança de Deus com a humanidade, a vinda do Menino Jesus.

O seu formato em círculo nos mostra que o amor de Deus é eterno, sem princípio e nem fim, e também do nosso amor a Deus e ao próximo que nunca deve terminar. Além disso, o círculo dá uma idéia de “elo”, de união entre Deus e as pessoas, como uma grande “Aliança”.

As quatro velas da coroa simbolizam, cada uma das quatro semanas do Advento. No início, vemos nossa coroa sem luz e sem brilho. Recorda-nos a experiência de escuridão do pecado. A medida em que se vai aproximando o Natal, vamos em cada semana do Advento, acendendo uma a uma as quatro velas representando assim a chegada do Menino Jesus, em meio de nós, Luz do mundo, que dissipa toda escuridão, trazendo aos nossos corações a reconciliação tão esperada.

A primeira vela lembra o perdão concedido a Adão e Eva.

A segunda simboliza a fé de Abraão e dos outros Patriarcas, a quem foi anunciada a Terra Prometida.

A terceira lembra a alegria do rei Davi que recebeu de Deus a promessa de uma aliança eterna.

A quarta recorda os Profetas que anunciaram a chegada do Salvador.

Os ramos verdes que envolvem as velas são a cor da esperança e da vida. Deus quer que esperemos a sua graça, o seu perdão misericordioso e a glória da vida eterna no final de nossa vida. Bênçãos que nos foram derramadas pelo Senhor Jesus, em sua primeira vinda entre nós, e que agora, com esperança renovada, aguardamos a sua consumação, na sua segunda e definitiva volta.

COM MARIA, VAMOS A BELÉM?

Neste tempo do advento, deixemos que Maria se aproxime de nós, como nossa guia. Ela nos ensina como devemos viver este tempo sagrado, guiados por suas mãos: em humildade, saudade e amor, à espera de Jesus. Como já vimos este caminho é traçado pela interioridade, pelo silêncio e a oração.

Neste caminho somos seguramente conduzidos à gruta de Belém, ao Menino Jesus!

Que possamos dar os primeiros passos deste caminho, a luz do tema central da liturgia desta primeira semana de advento, isto é, estarmos atentas e vigilantes.

Na prática, como isso pode se concretizar? A Jufem Lírio do Pai, Tabor para o mundo pode estar vigilante no que os olhos verão… Ao que os ouvidos ouvirão…. As palavras pronunciadas pela boca…

Certamente assim não somente nós estaremos trilhando seguramente o caminho até Belém, mas estaremos colaborando para que outras pessoas, que estão ao nosso redor, também experimentem a sagrada atmosfera do advento, atmosfera esta que prepara para o Santo Natal. Que neste advento possamos fazer a diferença!

Ir. Ana Maria dos Santos Lima



Sobre o autor

robertagiraldi





 
 

 
13664783_986472768118525_973281732_n

Mundo Profissional – Professora de Geografia

NOS CUM PROLE PIA Jufem Brasil! Sou Ana Clara moro em Brasília, Distrito Federal, e tenho 24 anos. Participo da Jufem Brasília desde de 2012, quando nosso grupo começou a dar passos mais concretos para formar o ramo. Fui con...
Por: Editor
0

 
 
WhatsApp-Image-20160718

Eleição de Dirigentes de Ramo em Guarapuava

No dia 18 de julho, após a missa das 20h dirigimo-nos ao Santuário, onde fizemos uma linda adoração a Jesus Sacramentado. Éramos em 22 jovens, da JUFEM de Guarapuava juntamente com nossa Assessora Irmã Eliza Maria. O obje...
Por: Editor
0

 
 
13694219_833564930107733_690115853_o

Arraiá das Apóstolas e da Jufem Guarapuava!

No domingo, dia 17 de julho, tivemos um lindo Arraía no Santuário Tabor das Vocações em Guarapuava! Uma confraternização entre as Apóstolas Luzentes de Maria e a Jufem, com a presença de nossa Assessora Irmã Eliza Mari...
Por: Editor
0

 

 
13713388_952138154895484_1974153167_n

Misericordiosos como o Pai

  Atendendo ao chamado do Papa Francisco que nos leva a refletir sobre a importância de sair, ir ao encontro do próximo, estarmos abertos um para o outro e partilhar de um mesmo amor, no sábado, 1º de julho, as Juventu...
Por: Editor
0

 
 
IMG_4058

Jufem e Apóstolas Olinda/PE realizam programação especial nas férias

Mês de férias! A Juventude Feminina do Santuário Tabor da Nova Evangelização, em Olinda/PE, preparou uma programação especial! No sábado as Apóstolas de Maria chegaram logo cedo ao Santuário para um dia inteiro de ati...
Por: Editor
0

 



Um comentário


  1. Mauro Barquilha

    Que bela reflexão sofre este tempo tão importante para todos nós, é tempo de graça onde o Salvador vem ao nosso encontro. Parabéns que todas as jovens continuem firmes na fé sobre o olhar de Maria nossa mãe e sobre a luz de Nosso Senhor Jesus Cristo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha para enviar: *