Ele ressuscitou! Aleluia!!!

Querida Juventude Feminina de Schoenstatt!!! Feliz Páscoa!!!

O Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia. A Ele a glória e o poder pelos séculos dos séculos. Hoje ressoa em todos os lugares um magnífico Aleluia, Jesus ressuscitou! A Ressurreição gloriosa do Senhor é a chave para interpretarmos toda a sua vida, é o fundamento da nossa fé.

Sem essa vitória sobre a morte, diz São Paulo, toda a pregação seria inútil e a nossa fé vazia de conteúdo. Além disso, na Ressurreição de Cristo apoia-se a nossa ressurreição futura. Porque Deus, rico em misericórdia, impelido pelo grande amor com que nos amou, deu-nos a vida ao mesmo tempo que a Cristo, quando estávamos mortos em consequência dos nossos pecados… Com Ele nos ressuscitou (Ef 2, 4-6).

São Leão Magno diz de uma forma muito bela que Jesus se apressou a ressuscitar porque tinha pressa em consolar sua Mãe e os discípulos: (S. Leão Magno, Sermão 71, 2.) esteve no sepulcro o tempo estritamente necessário para cumprir os três dias profetizados. Ressuscitou ao terceiro dia, mas o mais cedo que pôde, ao amanhecer, quando ainda estava escuro, (Cf. Jo 20, 1.) antecipando o amanhecer com a sua própria luz.

O mundo tinha ficado às escuras. Só a Mãe de Deus era um farol no meio de tantas trevas. Inclusive nos dias de hoje, Ela é, com Jesus, uma luz a iluminar o nosso caminho. A Ressurreição é a grande luz para todo o mundo: Eu sou a luz, (Cf. Jo 8, 12.) tinha dito Jesus; luz para o mundo, para cada época da história, para cada sociedade, para cada homem.

Maria quer fazer Cristo resplandecer em nós. Esse é o fruto da Aliança de Amor, selada com Maria, em Schoenstatt. Ensina o Pe. José Kentenich: “Qual é a meta da vida, a meta da auto-educação e da educação alheia? Cristo! (…) Tornar-se Cristo, ser Cristo, como Cristo, ir pelo mundo! (…) Devemos revestir-nos de Cristo, não só de acordo com o seu ser, mas também de acordo com seu espírito. Deveis perceber, fazer, pensar e sentir interiormente como Cristo pensou e sentiu (…) que Cristo se torne o nosso estilo de vida. (…)” (Cristo minha vida, Pe. José Kentenich, p. 40s)

A Ressurreição de Cristo é um forte chamado ao apostolado, isto é, a que sejamos Tabor para o mundo, a fim de levarmos a luz aos outros. A nossa missão de Jufem é proclamar essa realeza de Cristo, anunciá-la com a nossa palavra e as nossas obras. Façamos o propósito de viver este tempo pascal como se fosse o único, permaneçamos unidas a Cristo e Maria, e a nossa alegria será verdadeira! Feliz Páscoa!!!

Texto adaptado de Frei Alberto Beckhäuser, OFM. Celebrar a vida cristã.

Seja o primeiro a comentar em "Ele ressuscitou! Aleluia!!!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*