Ir à Schoenstatt… uma conquista!

Meu nome é Priscila, tenho 23 anos. Faço parte da Juventude Feminina do Jaraguá já há 8 anos, e em dezembro fiz 5 anos de Aliança de Amor.
Isso tudo sempre foi muito presente na minha vida, meus pais se conheceram em Schoenstatt e minha família sempre teve uma imagem da Mãe e Rainha, do Santuário e da Cruz da Unidade na sala de casa, para que, quem chegasse, percebesse essa presença diferente e ilustre por ali… Então, conhecer o Santuário Original foi um sonho plantado desde pequena mas que eu não acreditava que seria realizado em um ano tão perfeito!
Quando houve o primeiro contato da Jufem para decidir detalhes da viagem, decidi que esse não seria meu momento de ir a Schoenstatt, pois não tinha dinheiro e talvez fosse uma loucura muito grande… Mas qual loucura, pela MTA, não vale a pena?
Em 18 de Maio de 2014, fui convidada por um casal da Liga das Famílias aqui do Jaraguá para participar da ‘Aventura pela MTA’, viagem que seria feita para acompanhar as celebrações do Centenário diretamente de Schoenstatt. Na hora meu coração se inflamou e guardei essa ideia por dois dias, sem querer dividi-la, ainda, com minha família.
Quando pedi aos meus pais ajuda para ir, e ouvi um ‘sim’… Senti a mesma sensação que na minha Aliança de Amor! O céu tocou a terra e percebi que não era por acaso que tudo aquilo estava acontecendo. Os meses foram passando, e, de forma especial, procurei me dedicar a esta entrega por Schoenstatt para que eu pudesse chegar na Alemanha digna de qualquer graça que receberia ali.
Assim vieram os compromissos da Juventude daqui, as Missões Jovem Tabor… Pude vivenciar muitas coisas e me entregar de uma forma muito livre e autêntica, cada dia mais e “até o cotoco”…
Assim, chegou o tão esperado 12 de Outubro. Dia do embarque. Dia 12 também foi minha Aliança de Amor… Quantos bons sinais da Divina Providência!
E então tudo aconteceu. Cheguei na Alemanha e fui recebida em Munchen, logo depois visitei o Campo de Concentração de Dachau – uma visita inesquecível por dois motivos: poder sentir um terço do que o Fundador passou, e ter visto tantos Schoenstatteanos naquele lugar! Foi mágico! – depois seguimos para Memhölz (Esse Santuário ficava em uma montanha e fomos recebidos por uma família muito acolhedora… Eram espanhóis e me fizeram matar um pouco da saudade que eu já estava da minha família… Foi realmente especial!), Stuttgart (Este é o Santuário onde a Cruz da Unidade Original fica, porém, ela já havia ido para Schoenstatt quando visitei-o… Entretanto, pude ver a Indivisa Christ original!!). De Stuttgart era a hora de seguir, finalmente, para Vallendar e, então… SCHOENSTATT!!!! Chegamos lá em 15.10.2014. Porém, chegamos bem tarde da noite e não pude visitar o Santuário Original assim que cheguei.
Foram dias mágicos… Foi inesquecível ter encontrado tantos amigos, a própria Jufem – com quem pude dividir alguns momentos –, alguns padres antigos e que são muito amigos de minha família. Ainda hoje não há ficha que tenha caído. Porém, se posso dizer um momento em que senti que realmente era o Centenário da Aliança… Esse momento foi a virada do século em frente ao Santuário Original! Quantas coisas fizemos para estar ali… E é indescritível a sensação que tive ao poder “abraçar” o Santuário no primeiro minuto do segundo século de Schoenstatt! Ali me senti uma verdadeira ‘Filha heróica’! Tantas coisas se passaram…
Também em Schoenstatt pude selar minha Aliança Filial, em 16.10, junto ao túmulo do Pai Fundador.
Fiquei em Schoenstatt até dia 20.10 pela manhã, quando então meu grupo partiu para Ingolstadt – onde pude ter uma pequena formação sobre o paralelo e sobre o título de ‘Mãe Três Vezes Admirável’ – seguindo, depois, para Wuzburg e retornando a Munchen, onde embarquei para a Espanha, conheci o Santuário de Madrid e, então, retornei ao Brasil.
Este pequeno resumo não é nada perto das milhares de coisas que eu poderia contar sobre estes dias… Mas, nada, jamais, irá superar a sensação que é estar próximo a origem, ao túmulo dos heróis… Então, a mensagem que quero deixar a vocês é:
Acreditem em seus sonhos! Pode parecer ousado, ou pode parecer que apenas os outros irão realizá-los. Mas não é assim! Tenham certeza: a Mãe de Deus cuida perfeitamente.
E… Schoenstatt, me aguarde! Eu voltarei!
Madrid DSCF4862 DSCF4745 Dahau (2) Dahau (1)

Seja o primeiro a comentar em "Ir à Schoenstatt… uma conquista!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*