Matemática – Mundo Profissional

Olá Jufem Brasil!!! É com grande alegria que deixo aqui algumas palavras sobre “como é viver o ideal da Jufem no meu local de estudo/trabalho”. Bom, confesso que ao receber o convite fiquei bastante contente e rezei muitas invocações ao Espírito Santo para poder escrever rsrs. Então vamos lá!!

Meu nome é Patrícia, tenho 23 anos, sou acadêmica do curso de Matemática – Licenciatura, na Universidade Federal de Santa Maria, e bolsista do Programa de Educação Tutorial, o PET. Participo da JUFEM há 7 anos e nesse tempo, que posso considerar razoável, vivenciei de maneira toda especial o amor da Mãe, e ainda o estou vivenciando. A Aliança de Amor que selei, em 2009, tem sido meu porto seguro em todas as situações, um entregar por inteiro aos braços da Mãe. Vinda de uma experiência rápida no curso de Engenharia Civil, busco na Matemática o sucesso profissional e a satisfação em trabalhar na área, seja para lecionar no ensino básico ou superior. Muitas pessoas me questionam até hoje o motivo de eu ter trocado de curso e digo que faz parte dos planos de Deus! Aceitar a vontade Dele e confiar que a Mãe tem o perfeito cuidado de tudo faz parte da Aliança de Amor. A matemática pode ser difícil e o salário de um professor pode não ser tão digno, mas penso que tudo é uma consequência. Meu salário no futuro será a minha dedicação de agora! Falando em dedicação, hoje, cursando o quinto semestre, consigo perceber de forma mais nítida que o curso de matemática é bastante exigente e que o básico não basta, é preciso aprofundar os conhecimentos, dedicar e comprometer-se aos estudos. Há uma frase ao qual eu muito me identifico: “Não simplesmente o grande e o maior, porém, o máximo há de ser a meta de nossa mais elevada aspiração”. Particularmente, sou daquelas alunas que não têm tanta facilidade nas disciplinas, mas estudo muito para atingir os meus objetivos. A organização das atividades do cotidiano também é um ponto ao qual estou oferecendo muitas contribuições ao Capital de Graças, tentando não deixar tudo para a última hora, como vinha acontecendo. Além disso, a Universidade está me proporcionando um crescimento absurdo no sentido pessoal. Respeitar as diversidades, tanto no trabalho quanto em sala de aula, faz parte do “ser pequena Maria”. Procuro tratar as pessoas de forma agradável, como gostaria de ser tratada e sou transparente quanto ao meu pensar e agir. Expressar o ser lírio está sendo muito importante para o meu reconhecimento e admiração, por parte de professores e colegas, dentro e fora do ambiente universitário.

Patricia

1 Comentário em "Matemática – Mundo Profissional"

  1. Michele Benetti Leite | 23 de abril de 2015 at 12:59 | Responder

    Parabéns Pati!!!

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*