Padre Kentenich, um verdadeiro Pai.

Quem é o Pai e Fundador para mim? Quando recebi o convite para contar sobre quem é o Pai e Fundador, fiquei muito feliz e ao mesmo tempo preocupada se conseguiria descrever em palavras todo o significado do Pai Fundador na minha vida. O Padre Kentenich para mim é um verdadeiro Pai. Um Pai espiritual, exemplo de Pai terreno e o rosto do Pai Celestial. Considero um pai espiritual, pois através de seus ensinamentos, de sua vida e de seus conselhos consigo caminhar em minha auto educação e estreitar a minha aproximação e vinculação com Jesus e Maria.

Exemplo de Pai terreno, pois está sempre próximo, no dia a dia posso manter um diálogo com ele, às vezes sinto que ele está tão perto e que me escuta tão bem como se estivesse ao meu lado, e acredito que de fato esteja. Quantas vezes me deparei com situações de aflições ou angústia e através de um simples telefoninho já recebia a resposta para aquela situação difícil. Na verdade não tem como não sentir o Pai e Fundador caminhando ao meu lado no dia a dia, educando, aconselhando e cuidando assim como meu pai terreno.

Ele me lembra do amor do Pai celestial, pois para mim o Pai fundador expressa em atos o amor de Cristo e Maria. Estar perto dele mesmo que espiritualmente, perguntar a opinião dele antes de tomar uma decisão ou pedir a benção dele para o dia que virá faz com que a minha relação e vínculo com Maria e com Jesus também seja mais estreito e amoroso. Por isso, quando olho para a imagem do Pai Fundador, não consigo me colocar de outra forma se não como sua pequena filha, uma filha que admira, respeita e ama o seu Pai. Ao olhar para a imagem do Pai e Fundador consigo ver o rosto de Cristo e de Maria que tanto ele amou, e que também me leva a amar a cada dia mais.

Síbila Landim

Seja o primeiro a comentar em "Padre Kentenich, um verdadeiro Pai."

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*