Primeira instituição de Santuário-lares da Jufem em Ametista do Sul/RS

O sábado, 4 de novembro, apontou um marco na história da Jufem de Ametista do Sul/RS, diocese de Frederico Westphalen: a instituição de seis Santuários-lares, as primeiras jovens a oferecerem um lar para a MTA em suas casas nesta cidade.

A celebração teve dois momentos. O primeiro foi em 29 de outubro: uma vivência no Santuário Tabor Porta do Céu, em Frederico Westphalen. Em 4 de novembro, as jovens participaram da Santa Missa em sua paróquia, presidida pelo pároco Pe. Gilberto Giacomomi e configurada pela Jufem. Neste momento, diante da comunidade paroquial, renovaram sua Aliança de Amor e convidaram a Mãe de Deus a transformar seus lares em Santuário.

Uma das jovens, Alice Bertoletti Lopes, conta o que significou este momento.

“A Instituição do nosso Santuário Lar simbolizou uma entrega ainda mais profunda na Aliança de Amor, firmando as promessas e exigências seladas com a Mãe de Deus. É difícil encontrar palavras para expressar, tamanha alegria e gratidão por realizar esse compromisso tão lindo. Mas tenho a certeza que espírito de júbilo transbordava no rosto de todas nós, comovidas com a presença da Mãe em nossos lares.

Uma oração do Rumo ao Céu, expressa bem o sentimento de entrega e aceitação na Família de Schoenstatt:

“Com grande anseio, por longo tempo, permaneci ante as portas sagradas que hoje se me abriram largamente. Hoje a Família me admitiu, meu coração não consegue abranger tão grande felicidade! Fique seca, ó Deus, minha mão direita, se me esquecer de ti, ó Schoenstatt” (RC 568).

Ir M Rosequiel Fávero

Seja o primeiro a comentar em "Primeira instituição de Santuário-lares da Jufem em Ametista do Sul/RS"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*