QUARESMA – um chamado de amor!

Ao iniciarmos o tempo da quaresma nosso coração, olhar e sentidos se voltam para a maior prova de amor, a entrega total de Jesus por nós. Sua vida, Paixão, Morte e Ressurreição! Neste tempo de quaresma, queremos recordar e experimentar o infinito amor misericordioso do Pai, que entregou seu Filho para nossa salvação. Neste período somos chamadas a reflexão, conversão e a ajudar Jesus a carregar a sua pesada cruz. De que maneira, nós como Lírio do Pai, Tabor para o mundo, podemos contribuir para que a cruz de Jesus se torne mais leve?

O Papa Francisco, em sua Mensagem para a Quaresma deste ano, destacou:

“A Quaresma é o momento favorável para intensificarmos a vida espiritual através dos meios santos que a Igreja nos propõe: o jejum, a oração e a esmola. Na base de tudo isto, porém, está a Palavra de Deus, que somos convidados a ouvir e meditar com maior assiduidade neste tempo. (…) Precisamos buscar a conversão diariamente, desejando uma vida de mudanças, abrindo nossas mentes e corações para a escuta da palavra e que assim, ela seja sinalizada pelo acolhimento ao dom dos irmãos.”

A quaresma é um período de penitência e preparação para a festa mais importante da fé nossa cristã, a Páscoa. Trata-se de um tempo especial de purificação e de renovação da vida cristã para poder participar em plenitude e com mais alegria do mistério pascal de Cristo, o mistério da nossa Salvação. Durante a quaresma a Igreja nos convida a lembrar-nos da nossa fragilidade e pequenez de criaturas humanas e nos conclama a purificar nossa alma e nosso coração por meio da oração, do sacrifício e da expiação, para depois, na Páscoa, purificadas e fortalecidas, ressuscitarmos com Cristo.

A quaresma é um tempo da escola da cruz, tempo de comprovação e quer fazer-nos experimentar de maneira bem profunda e impressionante, o amor do Pai eterno, a dedicação do amor de Jesus
e da querida Mãe de Deus, e despertar o nosso amor.

É tempo de preparação à renovação de nossa Aliança batismal. Sou propriedade de Cristo, recebi a graça santificante, a vida divina. Pelo batismo, somos libertadas de toda a culpa e inseridas em Cristo.

O verdadeiro sentido da quaresma deve ser de renúncia de todas as coisas que nos separam de Deus, deve ser um tempo de renovação, conversão e “morte ao pecado”, para que possamos ressurgir para uma vida nova com Cristo na sua Páscoa.

Segundo nosso Pai e Fundador. Pe. José Kentenich, a tarefa principal da quaresma é que nos aproximemos de Deus, nos assemelhemos a Jesus e recebamos novos estímulos. Queremos nos tornar um outro Cristo. É carregar com amor e alegria a cruz, mortificar a própria carne, moderar na alimentação e fazer mais sacrifícios do que em outros tempos.

A quaresma deve ser, sobretudo, tempo de oração, de silêncio para um encontro pessoal com Deus em nosso Santuário coração, para termos forças para vencer os desafios e perceber os sinais da Providência em nosso dia-a-dia. Deve também ser contemplada na sua essência, com a caridade, amando o próximo como a nós mesmas.

Durante estes quarenta dias, somos convidadas à experiência do deserto vivido por Jesus na tentação. O deserto, apesar de nos trazer a figura do sofrimento e da penúria, remete-nos à esperança de renascermos para uma vida nova, assim como o povo de Israel que, após a libertação da escravidão no Egito, chegou à Terra Prometida.

Com nossa Rainha dos Lírios, em seu Santuário de graças, vamos procurar neste tempo de quaresma, meditar mais e melhor, para que possa ser um tempo fecundo em nossa vida.

Procuremos acompanhar o sofrimento de Jesus e agradecer todo o amor de Deus para conosco. Que nosso lema do ano: “Filha amada, assume a essência do teu ser!” nos impulsione nesta caminhada até a solenidade da Páscoa.

Que por nossas renúncias e ofertas ao Capital de Graças neste tempo de quaresma, possamos contribuir para que muitos corações se voltem para Cristo e reconheçam o amor misericordioso do Pai.

Abençoado tempo quaresmal…

 

Seja o primeiro a comentar em "QUARESMA – um chamado de amor!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*