Quem é o Pe. Kentenich para mim?

Conheci o Pai e Fundador em 1998, quando ingressei no primeiro grupo da Jufem de São Bernardo do Campo. Uma das coisas que mais me impressionou, desde o princípio, foi a maneira como nossa assessora, na época a senhora Lúcia, falava sobre o Fundador de Schoenstatt. O amor com que ela nos transmitia seus ensinamentos era tão contagiante, que logo todas estávamos apaixonadas pelo Pai e Fundador, e escolhemos como nome GRUPO FUNDADOR, em homenagem a ele.

Tive a graça de sonhar com o Pai algumas vezes, e por ocasião da minha Aliança de Amor, em 1999, tive um sonho em que se confirmou o que ele seria para mim. Ele mesmo me disse: “Agora eu sou teu pai!”. Fiz com ele uma aliança filial, e desde então ele me acompanha com sua bênção e me atende sempre que peço seu auxílio com confiança filial. Sei que ele está sempre comigo, mesmo quando não sou uma filha tão fiel. Confiei minha vida a suas mãos, minha vocação e minha família.

Mas acho que uma das maiores graças que recebi por intercessão do Pai foi a força de permanecer firme na fé, num momento de grande crise espiritual por que passei. E até hoje, quando as tentações, as dúvidas e inseguranças do mundo se aproximam, para mim, basta pensar no Pai, e a paz retorna ao meu coração. Ele é meu maior modelo de fé, de confiança e de amor a Deus e à Mãe de Deus, e sinto que em suas mãos sigo meu caminho segura. Sempre nas mãos do Pai! “Sim, Pai, vou contigo!”

Cícera Gabriela Martins, pertenceu a Jufem de SBC.

Seja o primeiro a comentar em "Quem é o Pe. Kentenich para mim?"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*