Rumo a Schoenstatt… confiança e predileção!

“Eu tenho 7 anos de juventude e 2 de Aliança de Amor, entrei na Jufem através do crisma e posso dizer que fui me envolvendo no movimento através dos anos, quando entrei não imaginava que chegaria tão longe, hoje não imagino minha vida sem Schoenstatt. Conforme ia me aprofundando na espiritualidade do movimento, também crescia em mim a vontade de estar no Santuário Original, a primeira vez que realmente pensei em ir foi em 2012, e aquele pensamento ficou comigo até que faltando um mês para a JMJ, eu falei com a Irmã Ana Maria desse desejo e ela sugeriu para me inscrever para trabalhar como voluntária no centenário. Quando a resposta negativa chegou eu fiquei muito triste e a Irmã me falou quais as outras opções que eu tinha para ir a Schoenstatt e então eu deixei nas mãos da Mãe, entendi que eu iria a Schoenstatt não quando eu quisesse mas sim quando a Mãe me quisesse lá. Quando a Jufem SBC se reuniu e decidiu que gostariam da Larissa e eu como representantes, vi então a Mãe me mostrando quando ela me queria em Schoenstatt. Desde então, eu não me preocupei mais nem com o dinheiro nem nada porque eu sabia que a Mãe estava agindo ali, nesse dia a Larissa estava com medo da Jufem não conseguir o dinheiro e eu falei que tínhamos que confiar porque era o que eu tinha aprendido com toda essa história. Quando falei com o meu pai e ele aceitou pagar minha viagem eu falei agora é trabalhar duro para poder ajudar a Jufem, me lembro que eu fui na primeira faxina que a Jufem fez e foi muito engraçado. Toda a preparação para o centenário nos trouxe também a oportunidade de vinculação entre nós mesmas e entre a comunidade porque as pessoas vendo o nosso esforço se sensibilizavam, queriam nos ajudar e rezavam por nós. Esse é um ano de graças, e posso dizer que a Mãe olhou de forma especial por nós.” – Natalia Madeira/São Bernardo do Campo-SP

Seja o primeiro a comentar em "Rumo a Schoenstatt… confiança e predileção!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*