Rumo a Schoenstatt… empenho e oportunidade!

“Bom, eu diferente das meninas que já falaram, já fui para Schoenstatt, passei meu aniversário de 5 anos lá, e por isso, não lembro de muita coisa. Eu nasci dentro do movimento, meus pais são da União de Famílias e fui batizada atrás do Santuário, na capela Tabor em Santa Maria-RS. Desde que eu tenho 12 anos eu sonho com essa ida a Schoenstatt e queria que eu pudesse pagar pelo menos a minha passagem sozinha e por isso desde lá venho guardando dinheiro. Porém, para tudo isso eu precisava passar no vestibular de primeira e ter essa oportunidade. Em 2011 selei minha Aliança de Amor e essa vontade se reafirmou mais ainda. O tempo foi passando, a Mãe me deu alguns sustos pelo caminho, cheguei a desistir algumas vezes, enfim, muitas coisas foram acontecendo e só restava entregar nas mãos da Divina Providência. Meu sonho também era fazer o programa de estudos para a juventude feminina em 2014 e unir tudo, e quando fiquei sabendo que não haveria programa em 2014 e que eu era muito nova para ser voluntária, foi mais uma provação. Agora, estou com a faculdade trancada para ir em Outubro e voltar só em Fevereiro e estou entregando mais uma vez o sacrifício de talvez quando voltar não conseguir vaga em todas as disciplinas. O meu grupo neste centenário está se preparando para a instituição do Santuário-Lar e está sendo um momento de muito aprendizado e de aumento de vinculação com os nossos 3 pontos de contato. Estamos fazendo pizzas e trufas e já atingimos a nossa meta para ajudar as duas meninas de Santa Maria que vão, eu e a Natália, e agora já estamos nos preparando para o Nacional em 2015. Meu maior desejo é que todas as meninas da Jufem pudessem compartilhar esse momento conosco, mas como isso não é possível, espero que nós as representemos muito bem como a geração que promete refundar Schoenstatt. Às vezes parece que ainda não caiu a ficha de como as gurias já disseram, eu vou estar lá, na origem de tudo, da Aliança de Amor e do Movimento que mudou o rumo de tantas vidas e que posso dizer que foi responsável pela minha vida, já que meus pais se conheceram participando de suas juventudes. É uma graça enorme e que eu espero que traga muitos frutos para nossa Jufem Brasil com nosso retorno, cheias do espírito heroico dos primeiros. Espero encontrar logo todas vocês naquele aeroporto para gritarmos mais uma vez, como na JMJ, “Viva Schoenstatt” MPHC!”

Maria Clara Marramarco Lovato/Santa Maria-RS

maria clara

Seja o primeiro a comentar em "Rumo a Schoenstatt… empenho e oportunidade!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*