Tabor para o Mundo: O Nacional acaba, mas não a missão!!

O último dia de encontro da Juventude Feminina reserva ainda grandes emoções. A programação começa com as conclusões dos trabalhos em grupo do dia anterior e na sequência a missa de envio na Catedral de Londrina, presidida pelo arcebispo emérito, Dom Albano Cavallin, acompanhado pelo Pe. Ivan Simicic, Pe. Carlos Shimura e o Diácono Laercio da Silva Neto.

Conclusões…

Dos temas debatidos em grupo a Jufem Brasil retira a essência do que deseja vivenciar nos próximos anos. A Comissão organizadora do encontro Nacional fica responsável por apresentar as conclusões.

DSCN0001 (1024x768)

No campo do apostolado as jovens destacam a importância do trabalho nas paróquias, vivendo Schoenstatt para Igreja; expandir o trabalho das Missões da Jufem para outros regionais, além de garantir a participação em projetos missionários da Família de Schoenstatt; desenvolver ações sociais; preparação de encontros para outros jovens e também o trabalho com a Peregrina Universitária.

No mundo digital um novo campo de apostolado ganha força, a Juventude percebe a importância de usar hashtags comuns para expandir o alcance publicações; aumentar a divulgação de Schoenstatt em redes sociais, tornando também o mundo virtual um lugar para viver o Tabor para o mundo; além da importância de usar bem os canais existentes, como o Youtube. O destaque também foi para a importância de não dar contra testemunho nas redes sociais.

Sobre a vida de testemunho e oração as jovens percebem a importância de aprofundar os conhecimentos sobre a pedagogia de Schoenstatt, especialmente  o Horário Espiritual; conhecer mais a fundo o livro de orações da Família, o Rumo ao Céu; ser fieis nas coisas pequenas; levar a imagem da MTA para os ambientes onde estão (mesa do trabalho, carteira…) e resgatar os 10 pontinhos da Jufem.

Já para manter a vinculação nacional fica marcada a importância de atividades em datas comuns (como os encontros regionais, vivências e missões); determinar a periodicidade dos encontros nacionais; o maior intercambio entre as cidades, para que toda Jufem saiba das conquistas e aspirações dos regionais e a inserção da Jufem Brasil na corrente RTA.

Conclusões apresentadas chega a hora de agradecer a todos que contribuíram para o êxito do encontro. Em seguida a Jufem parte em peregrinação para a Catedral, onde juntamente com as famílias de acolhida celebrarão o encerramento do encontro.

Despedidas…

A missa de encerramento é também a oportunidade da Jufem renovar o compromisso com a Igreja, assumido em 2014 ao presentear o Papa Francisco com uma coroa RTA. Ao final da missa o o arcebispo emérito, Dom Albano Cavallin, recebe das jovens uma coroa RTA  os livros da coleção Jufem Brasil: o histórico e o de palestras proferidas pelo Pe. Kentenich à Jufem Brasil. O maior presente, porém, é a disposição das jovens em colocar-se a serviço da Igreja, como coroas vivas.

Um dos momentos mais bonitos do encontro: ao final, todas as jovens se reuniram em frente ao altar para uma foto oficial e cantar o hino mais uma vez! Quinhentas vozes unidas, mostrando para todas as famílias que as acompanhavam que a Igreja pode ter esperança na Juventude. O adeus entre famílias de acolhida e Jufem também deixa marcas.

Catedral (1024x501)

No almoço de encerramento outra despedida emocionante: algumas jovens participam deste encontro pela última vez como Jufem. Como agradecimento recebem uma homenagem. Lágrimas marcam o momento. É a mistura de gratidão e de saudade que já tomam espaço do encontro.

DSC00610 (1024x768)

Após o almoço, o ginásio começa a ficar vazio, os ônibus vão tomando espaço na rua lateral do Santuário e a Jufem parte para uma nova missão: levar tudo o que viveram nestes dias para o dia a dia. É hora de ser TABOR PARA O MUNDO!

Seja o primeiro a comentar em "Tabor para o Mundo: O Nacional acaba, mas não a missão!!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*