Testemunho: Conhecer o Santuário Original no ano do Jubileu… um grande presente!

Nasci já dentro do movimento, pois meus pais participam do Instituto de Famílias, minhas irmãs e meu irmão participavam da juventude, quando era pequena ainda não tinha idade para ser apóstola e então minhas irmãs sempre me levavam nas reuniões da Jufem. Eu achava o máximo ser da Jufem, eu queria crescer rápido para poder participar das reuniões e dos encontros, até chorava quando elas iam para Atibaia e eu não podia ir! Haha

Desde pequena vivencio o que é Schoenstatt, e ficava pensando: nossa quem me dera um dia ir até o Santuário Original. Mas sabia que iria ser difícil, porque uma viagem assim não é barata. Até que um dia (em 2009) meus pais falaram que iriamos a Schoenstatt, ficamos pensando em quando ir, mas preferimos esperar para ir no ano do centenário, por ser um ano especial para todos nós Schoenstatteanos.

Fizemos nosso roteiro, e já que estaríamos na Europa, porque não visitar outros santuários?

Eis que chegou o grande dia, 16 de agosto. Conhecemos o Santuário de Madrid e o Santuário de Pozuelo de Alarcón, também em Madrid. Passamos por Paris e finalmente o tão esperado destino: SCHOENSTATT!!!!

Quando cheguei lá, ainda não tinha caído a ficha que eu realmente estava no Santuário Original, eu ficava pensando quantas pessoas passaram por aqui, o Pai Fundador esteve aqui, tudo aconteceu aqui!!!!!! Desde o primeiro dia percebíamos a Divina Providência agindo em cada minuto. Tivemos a honra de ter dois grandes guias, o Vitor Posseti e a Irmã Isabel, eles foram super atenciosos conosco, levaram a gente para todos os lugares e explicaram tudo perfeitamente. Sem contar o carinho e a felicidade do Pe. Antônio Bracht por nos receber, preparando até um cafezinho brasileiro para nós em sua casa. Outra pessoa que foi muito importante nessa viagem foi a Sumaya, em um dia a noite fomos no tumulo do Pai sozinhas e ficamos cantando ali por um tempinho, e cantando as músicas da nossa Jufem Brasil, foi muito marcante para mim também.

No primeiro dia a Ir. Isabel perguntou se nós gostaríamos de ter um momento só nosso no Santuário Original, e é claro que não hesitamos e respondemos que sim. Porém esse horário teria que ser durante a madrugada.. já que estávamos ali não teria porque recusar, e não são todas as pessoas que tem esse privilégio. Nosso horário foi das 5 às 5:30 da manhã, um momento muuuuuito especial, não tem como explicar o que senti naquele momento.

Queria compartilhar com vocês também que o que mais me marcou em Schoenstatt foi os sinais da Mãe de Deus, um deles foi que em todos os lugares que íamos tinha um lírio branco, chegando no túmulo do Pai tinha um vaso enorme com muitos lírios, a Ir. Isabel disse que nunca tinha visto tanto lírio lá, que foi um presente da Mãe para mim, e esse é um símbolo que diz muito para nós Jufem.

Por fim fomos no Santuário de Belmonte em Roma, o Pe. Jorge nos acompanhou e explicou tudo do Santuário para nós.

Tem muito mais coisas para contar, mas já me prolonguei muito rsrs.

   Resumindo a viagem em uma palavra: Perfeita!!

   Escrito por: Letícia Turqueti

   Jufem Curitiba

100_6781 100_7476 IMG_20140818_194619658 IMG_20140824_141609965 IMG_20140824_205336901 IMG_20140825_053001121 IMG_20140826_165110219 IMG_20140827_145732535_HDR IMG_20140830_121346543

Seja o primeiro a comentar em "Testemunho: Conhecer o Santuário Original no ano do Jubileu… um grande presente!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*