Testemunho sobre a Bárbara Kast – Heroína da Jufem

No dia 28 de Março, sábado, a Jufem de Santa Maria recebeu uma visita muito especial: a Ir. M. Aleja, Superiora Geral do Instituto das Irmãs de Maria. Por causa de sua agenda apertada, os minutos que compartilhamos com ela foram poucos, mas com certeza de muito proveito.
Ir. M. Aleja é chilena e em sua juventude foi, durante um ano, dirigida de Bárbara Kast, que a preparava para selar a Aliança de Amor. Sobre isso nos deu seu testemunho.
Esforçou-se em deixar clara a mensagem que a vida de Bárbara nos dá: podemos e devemos ser “normais”, gostar de estarmos elegantes e arrumadas, não há problema nisso, contanto que do nosso interior a beleza que vem de Deus também se irradie.
Falou-nos como muito rapidamente Bárbara se tornou uma personalidade feminina completa, aliando a beleza exterior que possuía com uma grande riqueza interior que alcançou através da profunda ligação com a Mãe de Deus. Também nos contou como Bárbara logo se diferenciou pela consciência e comprometimento com o que estava fazendo de sua vida, com a sua relação com Deus e com a MTA.
Nos últimos minutos nos deu um emocionante testemunho sobre a mãe de Bárbara, em relação ao que sucedeu a morte de sua filha. Quando as Irmãs de Maria lhe perguntaram se queria passar aquela noite na casa delas para ficar mais perto de sua filha (que foi velada no Santuário de Bellavista aquela noite), ela prontamente respondeu que não poderia.  Não poderia porque tinha mais 7 filhos e um esposo que ficariam em casa sem o seu apoio. Uma mãe que soube ver a vontade de Deus e nessa hora recusar sua própria vontade de permanecer perto de sua filha, para cuidar dos que a necessitavam. Um exemplo incrível de desprendimento e confiança, marcando até os últimos segundos da presença de Bárbara Kast na terra com atitudes heroicas.
Logo nos despedimos e ficamos com a certeza de que, sim, é possível ser santos de calças jeans, como dizia São João Paulo II! É possível, e nosso dever, fazer-nos santas dentro de nossas realidades e vivendo no mundo, sem pertencer a ele.

Texto por: Maria Clara M. Lovato

Fotos: Ir. M. Nanci

barbara_Kast_01

Seja o primeiro a comentar em "Testemunho sobre a Bárbara Kast – Heroína da Jufem"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*