Um ideal mais atual que nunca!

Se tem uma coisa que aprendemos em Schoenstatt é que sempre há uma data para celebrar! Nossa Família vive em festas e de muitas festas. Se não fosse a certeza de um DNA alemão diria que somos quase italianos.

Tantos festejos porém, não são apenas um olhar vazio e melancólico para o passado, nem uma lembrança vaga de um momento importante.

Aprendemos que mais do que celebrar uma data, um jubileu, Schoenstatt nos convida, assim como fazia o Pai e Fundador, a olhar para esses acontecimentos com “a mão no pulso do tempo e o ouvido no coração de Deus”.

Celebramos hoje os 20 anos de nosso Ideal Nacional.

Vinte anos!!!!

Pois é, chegou a vez dele se tornar um jovem. E que jovem!

Nosso ideal atinge agora uma idade interessante. Já sobreviveu as crises da adolescência, passou pela maioridade, celebrando também os tão esperados 18, ou 18tão como dizem hoje.

O ideal foi amadurecendo, e que bonito foi ver isso.

Hoje quando uma jovem passa a participar da Juventude Feminina de Schoenstatt o ideal é logo apresentado. A menina primeiro olha, tenta entender e depois de algumas reuniões se apropria dessa nova identidade.

O ideal marca uma vida.

Quantas mulheres ao longo desses 20 anos deixaram-se moldar por essa frase “Lírio do Pai, Tabor para o Mundo”?!

Este ideal exige mais de nós do que se pode imaginar. Graças ao ideal conseguimos um dos primeiros milagres, tão sonhado pela geração que o descobriu: a unidade nacional!
Em um país com tamanho continental cultivar e manter essa unidade é sempre um desafio.

E que bonito foi ver, em 2010, uma nova geração dando um novo significado a este ideal.

Depois daquele nacional, o ideal tornou-se ainda mais concreto, com três elementos muito claros: filialidade, pureza e missão.

E há quem pense que é fácil ser um “Lírio do Pai, Tabor para o Mundo”.

Mal sabem eles…

Em um mundo em que as pessoas se sentem cada vez mais isoladas, distantes, é difícil sentir-se uma filha amada do Pai, viver a filialidade plenamente. Mas ao mesmo tempo é lindo quando isso acontece. Quando entendemos que Deus sempre nos acolhe, em sua infinita misericórdia, e conta com nossa participação para cumprir seu plano. Vivendo isso plenamente assumimos a missão de sermos estes lírios do Pai.

E este lírio, flor indefesa, significa algo ainda maior: a pureza. Uma pureza que cada vez mais é atacada pelo mundo e defendida por tão poucos. Mas não desanimem, ela também é o nosso tesouro maior.

Como se não bastasse tudo isso, ainda encontramos mais uma parte em nosso ideal. Um convite claro ao apostolado e ao sair de nós mesmas: ser Tabor para o Mundo.

O Tabor, onde Cristo se transfigurou, onde é bom Estar. Também em nós devem enxergar essa transformação e sentir: com ela é bom estar.

 Que missão difícil levar tudo isso ao mundo de hoje. Será possível?

Eu acredito que sim! E a cada vez que me deparo com uma Jufem que leva a sério este ideal torna-se claro que ela é uma resposta para o mundo.

Quem vive este ideal nos tempos de hoje é como um “oásis” no “deserto”, uma fonte onde outras pessoas buscam alento. Não é raro ver meninas contando como as pessoas acham que elas tem algo de “diferente” e como sempre são procuradas quando alguém precisa conversar, desabafar….é este ideal que atrai, que eleva o ambiente e também quem convive conosco.

 Ainda acham o ideal desatualizado? Jamais!

Celebramos 20 anos com a certeza de que ser um “Lírio do Pai, Tabor para o Mundo”, sempre será uma missão atual, a missão que o próprio Pai nos confiou. Portanto: alegre-se Jufem, hoje você faz parte dessa linda história! E que no futuro você possa se lembrar como foi bom viver estes anos a luz deste ideal…e que ele sempre esteja com você!!

2 Comentários em "Um ideal mais atual que nunca!"

  1. Que alegria fazer parte destes 20 anos de ideal!!! Sejamos sempre com alegria e honra: “Lírio do Pai, Tabor para o mundo!”

  2. Fabiana Regina Giacomini Maeda Bragion | 20 de fevereiro de 2016 at 20:37 | Responder

    20 anos!!!!! Pois bem… já estarei entregando minha idade ao dizer que fiz parte desta conquista…rsrsrs… Que honra!!!! Que lindo!!!!! Agradeço por fazer parte desta história! Sejamos LÍRIO DO PAI, TABOR PARA O MUNDO!!! Fabiana Regina Giacomini Maeda Bragion – JUFEM ATIBAIA (em 1996….rsrs) uma vez JUFEM, sempre JUFEM!!!

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*