Um novo aplicativo: Meu Pai e Intercessor

Rumo a beatificação do Fundador da Obra Internacional de Schoenstatt, e como presente jubilar pelo 50º aniversário de sua volta ao lar eterno, a Jufem lançou na última Jornada Regional um aplicativo para auxiliar na causa de sua beatificação.

Fazendo uso das facilidades que oferecem a tecnologia, a partir de agora, a oração pela intercessão do Padre José Kentenich estará sempre à mão, no celular, bem como o link para enviar direto ao Secretariado de sua Causa de Beatificação, em Santa Maria, os pedidos e as graças alcançadas.

Quem aceitou o desafio de elaborar o aplicativo Meu Pai e Intercessor, foi a jovem recém formada em Sistemas para Internet pela UFSM, Caroline Piovesan, 21 anos. Carol pertence desde 2010 à JUFEM da cidade de Seberi/RS, diocese de Frederico Westphalen.

Ela se diz apaixonada por programação de sites e sistemas para Internet, embora o desenvolvimento Android ainda é algo novo para ela. “Tive apenas uma cadeira na faculdade, que me ajudou muito a conhecer como é desenvolver uma plataforma diferente. Por isso levei como um desafio, pois não é com isso que eu trabalho e fazia bastante tempo que eu não programava para Android. Foram dias de muito estudo e dedicação. Eu tinha uma missão e dei um jeitinho de cumprir. O que mais me motivou foi o pensamento de que eu podia, através do meu trabalho como programadora web, anunciar o Movimento e colaborar com o processo de beatificação do nosso amado Pai e Fundador”.

Cada vez que a Carol se deparava com alguma dificuldade durante a elaboração, ela lembrava de todas as dificuldades que o Fundador passou ao longo de sua vida, tudo que ele superou e fez. Em vários momentos, um pouco aflita, dirigiu-se ao seu Santuário Lar para pedir: “Pai, me dá uma luz, o aplicativo é para ti! E logo eu resolvia os problemas, ele sempre me ajudou”.

Ao concluir o trabalho, a jovem sente-se realizada em pensar que a Família de Schoenstatt vai ter a oração de beatificação do Pai sempre acessível no celular e poderá enviar pedidos e graças alcançadas de maneira simples e rápida, contribuindo muito com o processo de beatificação do Pai. “E as pessoas que não conhecem o Movimento poderão conhecer um pouco dele através da pequena biografia que está no aplicativo e criar vínculos através da oração”, conclui.

A iniciativa da Carol motiva cada filho de Schoenstatt a pensar no que pode fazer em sua profissão para contribuir com a causa de beatificação do Padre Kentenich, a fim de torná-lo mais conhecido. Como o presidente da Presidência Nacional da Obra de Schoenstatt no Brasil, Pe. José Fernando Bonini, desejou em sua carta de 12 de agosto passado: “Que o ano dedicado ao Pai e Fundador desperte muita criatividade”.

Ir. Glória Maria Melo

Seja o primeiro a comentar em "Um novo aplicativo: Meu Pai e Intercessor"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*