Vigiamos Jesus na Porta do Céu!

“Vigiai e orai”,nesta ordem. Vigiar primeiro, e sempre. Orar enquanto vigia, não deixar de vigiar em momento algum…”

Vigília de Páscoa

Jufem e Jumas- Diocese de Frederico Westphalen

28 de março de 2013

“Vigiamos Jesus na Porta do Céu!”. Neste Sentido, A Juventude Apostólica de Schoenstatt, há anos, organiza e vive a Vigília de Páscoa. “A Páscoa perde o Sentido senão Vigiarmos e Dividirmos o Peso da cruz com Cristo”, falou uma das Jovens, participantes.

De um modo muito Mariano, nos colocamos a exemplo da Mãe e Rainha para estar na presença de Cristo, aquele que dá a Vida por nós. Além de oração, caminhamos na Via Sacra, este ano, uma Via Sacra a qual Maria nos Acompanha, junto com seu filho que Carrega a Cruz. A via Sacra, que sai do Portão do Santuário Tabor Porta do Céu e que nos leva até o Sacrário, em Adoração.

Com amor, rezamos o Terço, o Terço que enviaremos aos Jovens da JMJ-2013, rezando por aqueles que não oram, por aqueles sem Família, por aqueles que pecam contra Jesus, e por aqueles que fazem o Caminho de Amor com Ele. Montamos o Símbolo e Refletimos sobre o Ano da fé, com Trabalhos em Grupo, que nos fez parar e Pensar sobre atitudes que deve ter um Filho de Deus!

Refletimos sobre as atitudes que deixam a Cruz mais pesada, e a Coroa com mais Espinhos. Oramos e Pedimos a Deus que nos ajude a conquistar atitudes que Jesus nos Ensinou, que nos Tornam Filhos Amados, dignos de estarmos ao seu lado, carregar sua Cruz com Ele, e diariamente diminuir o peso desta Cruz, aumentando assim nosso Amor e Vinculação, transformando-nos em Pequenos Heróis, a Exemplodo nosso Pai e Fundador.

“Nós venceremos! Ele, o transfigurado, venceu o mundo! (…) O braseiro de Cristo deve acender em nós este espírito de fé heroica, mas além dela, a confiança heroica e o amor generoso”. (Pe. José Kentenich)

 

1 Comentário em "Vigiamos Jesus na Porta do Céu!"

  1. Senhor Jesus, a Vós que assumistes a humilhação e Vos identificastes com os fracos, confiamos todos os homens e todos os povos humilhados e atribulados, especialmente os do martirizado Oriente. Concedei-lhes que encontrem, em Vós, a força para poderem carregar convosco a sua cruz de esperança. Nas vossas mãos, colocamos quantos se extraviaram, para que, por vosso intermédio, encontrem a verdade e o amor. Amen.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*