Regional:  Sudeste

Fundação: 1982

                Tudo começou em 1979, com o grupo “Filhas de Maria” na Paróquia Santo Antônio de Caieiras. No ano seguinte além dos trabalhos apostólicos e formação espiritual, o grupo participava de: catequese, terço em família, estudo do Evangelho e ornamentação da Igreja.

                Uma delas tinha contato com a Sra. Leonor Tarifa Gavilan (a primeira Senhora de Schoenstatt do Brasil), que a convidou para ajudar o grupo. A resposta inicial foi: “Não! Somente posso ajudar de maneira indireta!”

                Em 1982 receberam um grande presente: uma imagem da MTA. Com este marco, iniciou-se a Juventude Feminina de Caieiras. A Sra. Leonor não pôde mais recusar, Deus lhe dizia: “Eu sei em quem pus minha confiança”. Então Leonor assumiu diretamente a Juventude Feminina de Caieiras como assessora.

                Em 1988, a Indivisa Christi original, desde Stuttgart, na Alemanha, visitou o Brasil e foi saudada com o “Ave Imperatrix! Ave Rainha Indivisa Christi! ”, momento este que marcou profundamente a fundação do ramo. A partir deste momento a corrente de graças da Indivisa Christi permaneceu na espiritualidade de todas as gerações: 1ª geração: “Filhas Indivisas” (1981-1991); 2ª geração: “Mulheres Santas” (1992-1998); 3ª geração: “Resto Santo de Israel” (1999-2005); 4ª geração: “Servus de Maria” (2006-2011) e a 5º geração: “Como escudos vivos, Indivisas ao Santuário” (2011- hoje).

                Todas as gerações tiveram um vínculo muito profundo com a corrente de vida do 31 de Maio e o Santuário de Bellavista no Chile, enraizando sua espiritualidade nesta missão. Como juventude, cada uma das gerações participou de encontros nacionais, Jornadas Mundiais com o Papa, Centenário do Movimento em Schoenstatt, missões em outros países, além de diversas peregrinações e vários outros momentos que marcaram a vida do ramo e de muitas meninas. Em 1998 a assessora Sra. Leonor Tarifa partiu para a eternidade, e a Sra. Lúcia Ferreira da Silva assumiu como nova assessora. Os anos se passaram e a vida da Jufem Caieiras foi crescendo.

                No ano de 2014, a Sra. Lúcia Ferreira foi transferida e Sra. Ana Christina Melquiades assumiu a Juventude de Caieiras como assessora. Neste mesmo ano, com o impulso do Centenário, aconteceu o encontro das gerações. A partir de 2014, o sonho da Família de Schoenstatt de Caieiras foi se realizando: a construção e bênção do Santuário. A Jufem participou ativamente desta conquista. Os símbolos iam chegando pouco a pouco, até que em 03 de dezembro de 2016 foi dada a Primeira Pazada do Santuário de Caieiras. Neste ano a Jufem Caieiras conquistou material e espiritualmente as coroas de Jesus e de sua Mãe, para coroá-los posteriormente como Rex Invivisus Marie e Rainha Indivisa Christi no Santuário.

                O ano de 2017 foi um dos mais importantes na história de Caieiras. Em nove meses o Santuário foi sendo erguido desde seu fundamento até os detalhes do interior. Abundantes contribuições ao Capital de Graças foram entregues. Em 17 de setembro daquele ano, o Santuário foi abençoado. O céu tocou de novo a terra quando a Mãe, junto com seu Filho, foi levada para o Santuário. Neste momento a Jufem carregava as coroas e as Apóstolas abriam o caminho com flores. Depois da bênção do Santuário, os corações juvenis foram cada vez mais atraídos para o Reino da Mãe. Os grupos de Luz do Reino (meninas de 6 a 11 anos), Apóstolas (menina de 11 a 14 anos) e Jufem foram crescendo.

                No ano de 2018, depois de 20 anos, a Imagem original da Indivisa Christi retornou a Caieiras e visitou o Santuário, confirmando a corrente de graça presente na Família de Schoenstatt. A partir daí, iniciou-se a preparação para a Coroação da Mãe de Deus e seu Filho Jesus como Rainha Indivisa Christi e RexInvivisus Marie, que aconteceu no dia 15 de setembro, um marco muito importante para a história da nossa Jufem.

                Atualmente a Jufem Caieiras realiza eventos apostólicos, momentos de adoração, reuniões semanais, encontros, peregrinações a outros Santuários, Via Sacra com as crianças além de cantatas e vivências natalinas. Em 2020, a Jufem conta com 15 integrantes, divididas em quatro grupos, 18 Apóstolas (três grupos) e 10 Luz do Reino (um grupo).