Regional: Sul

Data de Fundação: 1965

                A Jufem foi cofundadora do Movimento Apostólico de Schoenstatt na cidade de Santo Ângelo. Em 1965 algumas universitárias foram convidadas a formar o primeiro grupo da Jufem. Ir. M. Aurea Dotto foi a primeira assessora. Em 1966 formou-se o segundo grupo, no colégio Marista. No entanto mesmo já tendo o Fundador retornado do exilio e reabilitado, em Santo Ângelo as proibições continuaram. As reuniões não poderiam mais ser realizadas no Colégio. Era preciso buscar outro lugar. Foi então que, em 1968, surgiu o “Santuário Porão”. Um espaço cedido pela família Basso para as reuniões. Algumas meninas desanimaram com tantas perseguições e em 1974, com a abertura da primeira casa das Irmãs de Maria na cidade, formou-se o grupo “Santuário Vivo” que selou sua Aliança de Amor.

                Em 1990 a Jufem Santo-Ângelo descobriu seu símbolo e ideal diocesano expresso no Lírio enlaçado a Cruz Missioneira. As palavras do Pai e Fundador inspiraram a escolha do ideal: “O lírio nasce da cruz” (JK, 1945). O desenho feito por uma Jufem foi entalhado na madeira, em 2000. Em 1997, na inauguração do Santuário Tupãcyrenda (Tenda da Mãe de Deus), a Jufem presenteou a Cruz da Unidade.

                De 2000 a 2009, por diversas razões a Jufem passou por um deserto. Em 2010 nasce a “Nova Jufem”. Seis jovens que haviam selado sua Aliança de Amor reuniram-se com sua assessora para planejar um retiro para novas meninas. Daí surge novos grupos, com reuniões de preparação para Aliança de Amor.

                Em 08 de dezembro de 2012 selou a primeira Aliança de Amor da nova geração o grupo “Reginae Sum”. Exatamente um ano depois foi a vez do grupo “TotusTuus” entregar seus corações à Mãe de Deus. Em preparação para a JMJ Rio 2013 a “nova Jufem” sentiu a necessidade de reconquistar a sua bandeira. Na romaria do Santuário, em 12 de outubro de 2012 elas puderam apresentar para a Mãe de Deus a sua “Nova Bandeira”.

                Em 2014, aliada ao Jumas, a Jufem inicia o projeto missionário “Schoenstatt in exodus”. A conquista da coroa RTA para o Santuário local e o Jubileu do centenário encontrou terra fecunda na Jufem Santo Ângelo. Mesmo com a assessora residindo em Santa Maria e fazendo poucas visitas, a Jufem assumiu o compromisso de continuar seu trabalho para a Jufem crescer.

                No início de 2015 realizaram um projeto missionário visitando todas as catequeses nas comunidades das três paróquias da cidade de Santo Ângelo, juntamente com o Jumas, formando assim novos grupos de Apóstolas e Aliadas na Jufem, e também novos grupos de Pioneiros no Jumas. Dois anos depois, em 18 de novembro de 2017 sela a sua Aliança de Amor o grupo “OculisVestri Sum” – “sou Seus olhos”.

                No ano do Pai, 2018, a Jufem preparou-se espiritualmente para a conquista da Imagem do Padre Kentenich. Junto a Família local a Jufem contribui na conquista do Memorial do Fundador. As conquistas foram concretizadas em 12 de outubro de 2018, na romaria de 22 anos do Santuário da cidade. Em 12 de maio de 2019 sela a Aliança de Amor o grupo “Alma Redemptoris Master” que significa: “Santa Mãe do Redentor”.

                Atualmente a Jufem está presente no Santuário e na Paróquia em que realiza os encontros e apostolados (equipes de músicas das Missas, formação de coroinhas e catequese). A Jufem conta com 15 meninas. Cinco delas já possuem Aliança.