Tudo começou em um Congresso Jubilar realizado na Argentina em 1992, que teve como caráter particular conscientizar as jovens latino-americanas da missão que nosso Fundador, Pe. Kentenich, presenteou à América Latina através de suas visitas aos nossos países nos anos de 1947 a 1952.

Representantes dos 9 países reunidos estudaram e se aprofundaram na herança que o próprio Pai e Fundador deixou em suas conferências e que ainda hoje continua viva em nossos corações e está sendo uma resposta na formação da autêntica mulher.

O sinal concreto deste “assumir a missão” foi a proclamação da Mãe de Deus como Rainha da Promessa. Este título fundamenta-se nas palavras de nosso Pai e Fundador, ditas no Uruguai em 1947: “Maria é a única mulher que realizou plenamente a promessa de Deus. Se cada mulher é, em sua essência uma promessa de Deus à humanidade, então quem encarna especialmente esta promessa e a revela ao mundo é a mulher pura e autêntica. (…)Vós sois também minha promessa ao mundo. Em vós prometi algo de grande ao mundo. Eu gostaria tanto de formar em vós a mulher nova, a mulher nobre, como Deus quer para o mundo atual. Trata-se pois de uma promessa que também é minha. Minha promessa…” 

As jovens participantes deste congresso se comprometeram em levar e compartilhar todas as experiências e fazer brotar essa corrente de vida nos seus países, a fim a de que realmente se cumprisse essa promessa.

“Para dar continuidade a essa corrente iniciada na Argentina, foi sugerido que se coroasse a Mãe de Deus como Rainha da Promessa também no Brasil. Mas como?” A Juventude Feminina de Londrina possuía uma Imagem Peregrina que peregrinou pelos locais onde aconteceu o Jubileu do 20 de Janeiro. Ela nos acompanhou durante toda a viagem e agora também deveria viajar pelo Brasil, a partir do 6º Encontro Nacional de Dirigentes, coroada como Rainha da Promessa.”

E mais, em 20.02.93, primeiro dia do Encontro Nacional de Dirigentes em Londrina, podemos ler: “A Peregrina tem um significado especial. Primeiro por ser uma característica nossa, já que foi o Sr. João Luiz Pozzobon que deu início a esta forma de evangelização e segundo porque a Imagem Peregrina tem se mostrado como uma das mais eficazes formas de apostolado”.

Com a oração de compromisso, terminou este 6º END e ao mesmo tempo iniciou a busca mais concreta da identidade nacional. Vejamos a oração de compromisso: “BRASIL, jovens unidas portadoras do Tabor! Assumimos, Pai, a missão e sua promessa de formarmos um único campo de lírios. Norte e Sul, coroa viva para ti! Amém.”

 (Material Extraído do Livro do Encontro Nacional de 2010)